Share It

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

DÚVIDA

Na dúvida fico calada
Medo de me ferir, de ser magoada
Mas, vejo sinais que me indicam querer
Receio deixar passar e te perder

Como é perder o que não se tem?
Se encoraja e vem
Traduza em palavras o que seu olhar me diz
e eu finjo não ver

Quase não resisto...
Sua boca por vezes, não suporta e explode!
Pequenos detalhes, finjo não entender.
Seria engano de um coração...??

Às vezes, olho no olho.
Me enchem de esperança.
Desejo insano da RAZÃO
Mas a INSEGURANÇA!

Saio com aquele ar de sorriso
Sensação deliciosa!  
Mas, o tempo... Ah, o tempo!!
Este sim, é o empecilho.
O estético, O ético,
O Poético e Frenético Deixam meu coração cético e acético!

AJUSTES - 30 DE MARÇO DE 2014 - 00:30h.

DÚVIDA


Na dúvida fico calada
Medo de me ferir, ser magoada
Vejo sinais que me indicam querer
Receio deixar passar e te perder

Como é perder o que não se tem?
Se encoraja, vem!
Traduza em palavras o que seu olhar me diz
e eu finjo não ver

Quase não resisto... Me jogo?
Sua boca por vezes, não suporta, explode!
Pequenos detalhes, como entender? Se não és claro!
Seria engano de um coração...??

Às vezes, olho no olho...
Me enchem de esperança.
Um desejo insano dilacera a RAZÃO
Mas... Há INSEGURANÇA!

Saio sorrindo
Gosto da sensação!
Mas...
O tempo... Ah, o tempo!
Este sim, é o empecilho.
Junto com o estético, O ético,
O poético e frenético!
Deixam meu coração assim: cético e acético!

REAJUSTES

Dúvida (VERSÃO CORRIGIDA)

Adna Oliveira

NA DÚVIDA FICO PARADA
MEDO DE ME FERIR, SER MAGOADA.
VEJO SINAIS QUE ME INDICAM QUERER
RECEIO DEIXAR PASSAR E TE PERDER

COMO É PERDER O QUE NÃO SE TEM?
SE ENCORAJA, VEM!
TRADUZA EM PALAVRAS O QUE SEU OLHAR ME DIZ
E FINJO NÃO VER
QUASE NÃO RESISTO... ME JOGO?

POR VEZES, SUA BOCA,
EXPLODE UM SORRISO CARO
SÃO DETALHES...
COMO ENTENDER?
SE NÃO ÉS CLARO!
ENGANO DE UM CORAÇÃO...?

OLHO NO OLHO...
ENCHE-ME DE ESPERANÇA.
DESEJO INSANO QUE DILACERA A RAZÃO
MAS... NÁ INSEGURANÇA. SAIO SORRINDO.

GOSTO DA SENSAÇÃO!
MAS... O TEMPO...
AH, O TEMPO!

ESTE SIM É O VERDADEIRO EMPECILHO.
QUE JUNTO COM O ESTÉTICO, O ÉTICO,
O POÉTICO E FRENÉTICO!
DEIXAM MEU CORAÇÃO ASSIM: CÉTICO E ACÉTICO!


O TEMPO...
AH, O TEMPO!

domingo, 7 de julho de 2013

FLASH'S DE UM DIA DE DOMINGO

A morte, talvez não tenha nada a dizer para aquele a quem ela acolhe. Sei lá!


Mas, com certeza todos os que ficam tem sempre algo a dizer sobre ela...


____________________________________________________________

Somente os fracos, soltam piadinhas, fagulhas, indiretas...
Aos fortes restam o poder se esforçar em não ferir, magoar seja quem for...


Buscar a melhor frase, a palavra mais a mena, o momento menos caloroso afim, de haver apenas entendimento, compreensão... Mesmo, que não lhe entendam ou o interprete assim...


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------



"Qualquer amor já é um pouquinho de saúde...

...Qualquer amor que vem
desse vagabundo e bobo
coração atrapalhado
procurando o endereço
de outro coração fechado...

... qualquer amor já é
um pouquinho de saúde
um descanso na loucura"

Lenine -

domingo, 30 de junho de 2013

SONHOS

Já tinha me deitado...

Mas, enquanto fazia meus alongamentos para dormir, a mente voou!!

E me deparei com um FATO!!

Todo sonho que me foi impedido de REALIZAR. Hoje, se torna por enquanto meio que realidade. Meio, porque ainda estou aprendendo, experimentando.

CANTAR, "ATUAR" - Eram "coisas" tão escondidas e "proibidas" para mim, que tenho dificuldade às vezes para lembrar quando eu viajava escondida de mim mesma, atuando em uma cena inventada por minha imaginação ou em um palco cheio de luzes, brilhos e eu cantando maravilhosamente com instrumentistas maravilhosos e grandiosíssimo espetáculo!

Sem querer, ou , sem clareza de que estou seguindo nessa direção de forma consciente ou se inconscientemente estou cedendo. Bem, não importa. Neste momento sou conduzida por um sentimento, uma sensação maravilhosa de estou construindo a realização de tudo isso...

Estou eu estudando canto, cantando nas apresentações da escola - Conservatório de Música Alberto Nepomuceno -, fiz uma rápida, porém enriquecedora passagem pelo GRUPO VOCAL E CÊNICO - Vitrola Nova.

Outro dia vi uma postagem  facebook uma oficina de uma semana, o ideal para mim. Já que tenho outras atividades no Conservatório: O CANTO EM CENA. Como estou sempre buscando melhorar e corrigir alguns velhos, maus costumes de insegurança que me fazem agir de maneira estabanada. Corri a me inscrever porque eram poucas as vagas.
OFICINA  "O CANTO EM CENA" com Juliana Veras.
A oficina tem como foco o canto na cena teatral, buscando trabalhar no ator a organicidade no uso da voz cantada. A voz é a extensão imaterial do corpo. O que os braços não podem envolver, o ar, por onde o som se propaga, abraça e embala em vibrações imediatas. É fato, ao ouvir uma música que desagrada, imediatamente sentimos a repulsa. Por outro lado, quando uma música nos agrada, antes mesmo que a razão configure nossas memórias para nos revelar os por quês, nos deixamos embalar. 


OBJETIVOS: Despertar a expressão vocal para o canto na cena teatral;
Conscientizar o público alvo da musicalidade na interpretação vocal; 
Exercitar a organicidade musical.

LOCAL: ALDEIA EXPRESSÕES HUMANAS.
DATA: 27/05 a 31/05
HORÁRIO: 18:30 às 21:00
20 VAGAS
GRATUITA
Acesse a página CURSOS NA ALDEIA e faça a sua inscrição - EXPRESSÕES HUMANAS

Surpreendo-me agora, quando me dou conta de que quando concentro esforços por querer melhorar o meu cantar... Me vejo inserida em uma Escola de Teatro, com nomes de artistas importantes da cena Teatral de Fortaleza/CE.
Ai, como estou feliz!! Amando... É como se me tomasse um sentimento bem infantil, no sentido de ingênuo, puro, de tão novo, de tão realizador.

E é o tipo de ambiente que me atrai: Todo mundo se aceita como o outro se apresenta, há um interação quase natural, sempre tem os mais contidos, claro, ainda bem que eles existem (rsrs). Mesmo assim, com apenas uma semana parece que todos comungam da mesma empolgação, estão todos afinados, cada um do seu jeito mas, harmoniosos no sentimento, na emoção, na elaboração das experimentações ali sugeridas.

Nossa professora? Instrutora? Facilitadora? Ela é tudo isso e muito mais: Juliana Veras, uma pessoa linda, por dentro e por fora, de uma suavidade e determinação e condução, percepção, sensibilidade reunidos em um PROFISSIONALISMO, que transparece a paixão que tem por seu ofício. Uma pessoa que vou lembrar pra sempre.

Somente depois, me vejo concretamente nesse universo é que olho para dentro de mim... 

E RELEMBRO até com certa dificuldade. Pois aprendi: esconder, camuflar, achar que tinha esquecido, que só fôra alguns pensamentos bobos de criança matuta, e que na verdade eu nunca quiz nada disso de verdade...

Afinal, era pecado, coisas mundanas, perdição, etc, etc, etc....?

Acabo de me dar conta de como os sentimentos, as vontades dentro de mim eram fortes, eram grandes, eram verdadeiras!!!!!!

Ao assistir apresentações, que me tocassem muito forte, eu não era somente espectadora, eu me transportava para aquele palco onde ou o cantor, cantora o ator, a atriz e me imaginava... LÁ... Eu, era o que meus olhos viam...

Muito antes dos Reality shows e dos avisos: SORRIA VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO... Sempre imaginei que estava sendo filmada. E, creio que por isso, sempre me percebi precisando estar com uma intenção no rosto e no corpo de alguma forma arrumando a postura...

Valha, descubro que vem daí, meu PLATONISMO!! Anos, décadas amando, completamente apaixonada sem falar com, o que, o porque, os nomes...

Os Sentimentos se viciam...


Sem que eu, CONSCIENTE, tenha elaborado, chegar nesse espaço do tempo da minha vida, fazendo isso ou aquilo...

Sem agenda, sem plano de ação...

Está acontecendo...

Desde o dia (final de 2010), em que tremendo com um nó na barriga fiz a inscrição no Concurso Avon Voices - AVON VOICES - Chamada Ivete Sangalo

Amanhã termino - tô com sono!
Arrumado em 30 de junho de 2013


domingo, 19 de maio de 2013

PLATÔNICO OU INTENSA


PLATÔNICO --- 10/03/2013 – DOMINGO – Adna Oliveira

Meu aperto de mão é forte
Meu abraço é cheio, completo, apertado
Meu beijo quente intenso, demorado.
Quer ser meu namorado?


Não se assuste, nem se espante
Esse é só meu jeito de ser
Meio aflita e inconstante,
Atabalhoada, desengonçada, atrapalhada.
Mas, totalmente apaixonada...

Mania de me revelar sem falar
Mesmo tentando me esconder
Acabo me denunciando, me desnudando...

Logo depois saio despistando, sorrindo, brincando
Te deixo sem querer duvidando...!

Afinal, o que é?
Amor ou amizade?
Paixão ou só comunhão?
Sei não!


Depois vivo intensamente como sou.
Um grande e inesquecível amor! (Sem que ninguém saiba)


E assim, vou levando a vida como sou

INTENSAMENTE...

10/03/2013 – 12:05h

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

ADAPTAÇÃO de texto por: Fulvio Ribeiro

Meu texto, escrito em: 21 de junho de 2011 em meu blog:  http://biografiadna.blogspot.com.br/2011/06/acorde-e-ai.html 

Adaptado por meu amigo escritor e poeta: Fulvio Ribeiro - https://www.facebook.com/poemasfulvioribeiro. Por favor, curtam a página dele, reclomendo... ;) 
xxxxxx----------xxxxxxxxxxxx----------xxxxxxxxxxxxx


Acordei e ai ??


O sol me despertou nesta manhã linda,
Onde os pássaros e o vento suave, celebram a Esperança que me fugiu...
Foi-se abraçada com a alegria, disposição e a vontade de viver,
Olhei em mim, ao redor, procurei ao um motivo para me levantar, não achei...
Virei para o lado tentando agarrar o sono que me deixava, pensando encontrar nele aquela que de mim fugirá.

Mas não, ela se foi... Ela e suas companheiras...
Um velho espelho aos pés da cama mostrou-me um pouco de uma juventude linda, que atravessara meu corpo como um raio de alegria, deixando em meu rosto a beleza de dias felizes...
Quem sabe essa juventude bela, ainda que mais velha e triste, possa me fazer encontrar a Esperança que de mim fugiu.

Pensei eu tolamente, pois minha beleza triste, e minha juventude envelhecida, nada disseram sobre aquela que minha alma buscava...
Apelei para minhas lembranças, pois no passado foram amigas intimas.
Na verdade minhas lembranças já foram à própria esperança... Sim, um dia...
Minha lembrança que já foi ela, silenciou...
Mas preciso acha-la, preciso dela, para correr em direção há esse dia lindo, que sem ela é trevas.

Esperança que me faz salvar a vida que me mostra a morte, matando a morte que me leva a vida...
O que se faz nas guerras...??? Mata-se a esperança.!!!
Eu, só gostaria de viver... Amar...
Levantei, vou abrir a janela, quem sabe o sol que me acordou não traga ela de volta...
Como são belos os pássaros, as folhas dançam a musica do vento, o sol me sorri...
Em meio a essa beleza, a Esperança me da bom dia...
Cantarolando ela diz: - Não fugi, só não quis acordar você, acordei mais cedo e vim aqui fora, brincar de ciranda com a Alegria, Disposição e Vontade de viver...
Debruçada na janela, as lagrimas debruçam em minhas pálpebras, vou arrumar minha casa...

Original: Adna Oliveira
Adaptado por: Fulvio Ribeiro

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

BUSCANDO A PERFEIÇÃO

Olá, amigos!!

Acho que minha assiduidade em escrever está diretamente ligada as minhas alterações hormonais que fazem uma tremenda perturbação sentimental que inquietam a alma e me transtornam a mente.

Bem, o de agora é: Tenho vivido uma experiência hiper interessante. Eu já sabia que sofria do distúrbio do perfeccionismo. Terrível doença, que me prejudicou absurdamente, durante muitos anos... Tenho me trabalhado dia a dia para extirpá-la de vez da minha vida! Espero conseguir logo.

Até descobrir que era doença, ignorantemente e idiotamente pensava eu ser virtude. Pobre coitada de mim!! Sofria horrores, me inferiorizava por causa da doença e não sabia porque estava sofrendo se eu era "tao perfeccionista!!??"

Há mais ou menos um mês, convivêndo com duas ex-colegas de trabalho, hoje, somos amigas, companheiras e confidentes. Num desses momentos confidenciais e de desabafo; me pus a declarar uma pessoa que luta constantemente e veêmente contra a insegurança, falta de auto-confiança e relatei o quanto era desgastante e estressante para mim, estar à frente nos encontros e treinamentos da empresa onde atuávamos. (Lembrando: Estou afastada por motivo doença pelo INSS. Mas, continuo fazendo parte do quadro de funcionários).

- Eu era a pessoa responsável pela criação e confecção de material, recursos multimídia, logística e suporte dos treinamentos, seminários, palestras, workshops da instituição tanto para o público interno como o externo - Fazia parte do setor denominado Relações Eclesiásticas (que não tem obrigatóriamente relação com instituições religiosas. Embora seja uma Instituição Cristã).

Eram responsabilidades desse setor:

- Treinar e capacitar novos funcionários sobre os princípios básicos, a missão, os valores da instituição;
- Promover encontros periódicos com os funcionários e parceiros(igrejas, seminários e os projetos apoioados) afim de reiteirar esses princípios;
- Workshop sobre Desenvolvimento Pessoal. Promover o desenvolvimento das habilidades pessoais, através de:
- Autoconhecimento,
- Desenvolvimento Pessoal;
- Administração do Tempo;
- Motivação;
- Planejamento pessoal;
- Liderança;

Uma das ferramentas uzadas era o livro "Os sete hábitos das pessoas altamente Eficazes" Stephen R. Covey
- Encontros de Espiritualidade - Denominada por meu parceiro de setor - "Vozes do Coração" - Era um espaço criado para desaguar nossa alma.

Voltando ao diálogo com minhas amigas.

Uma delas me disse: "- Pois eu admirava a forma como você conduzia, assim como sua organização com o material que você preparava..." 

A outra me disse que me achava a "bam-bam-bam"... Ela não esclareceu muito bem. Mas, era como se eu não fosse nada insegura ou coisa parecida...

Gente!!!!! Meu coração começou a disparar, parecia que ia saltar do peito ao perceber que todo esforço foi bem repassado... E, que talvez, somente eu; não acreditasse no meu potencial...

Acho que isso acontece ainda hoje em relação a música... Sou apaixonadíssima por cantar! Mas, quando exponho isso e tem qualquer público, seja lá quantos ou quem... A insegurança atrapalha minha performance e fico arrasada. Ao mesmo tempo que não quero desistir... 

Quero  continuar, tendo aulas, gravando pra me ouvir e ir perdendo essa insegurança...

Depois escrevo mais... Estão me chamando...


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

CERTEZAS - MÁRIO QUINTANA

Estive fora por mais um pouco de tempo...


Agora não vejo mais problema com isso. Afinal, este é a minha auto biografia... Ou seja, tenho sido assim... Se por ventura mudar...
Aqui será percebido...

Pensei em postar em vários lugares... Mas, ao final.
Acehi aqui o lugar mais ideal.

Certezas

Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons
sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente
importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca
cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter
forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia,
e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,
talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder
dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim,
sem ter de me preocupar com terceiros…
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.
Mário Quintana

terça-feira, 21 de junho de 2011

ACORDEI, E AÍ??

Amanheceu, acordei...

Ela, a ESPERANÇA não estava aqui.

Suas companheiras tb não vieram: disposição, alegria, vontade de viver, de lutar!!

Procurei razão, motivo para me levantar. Mas, não achei.

Esperei ainda um pouco, virei para o lado, quem sabe ainda é cedo, vou cochilar mais um pouquinho e quando abrir os olhos ela estará aqui, coladinha comigo.

Mas, ela e suas companheiras não vieram...

Busquei em algum lugar da minha alma. Nada...

na mente, quem sabe algum registro nas lembranças boas... Devo ter!


Não é possível!! Preciso encontrar, isso faria com que elas despertassem... e eu pulasse da cama, me olhando no espelho, procurando o pouco que ainda resta da minha juventude em meu corpo, em meu rosto...

Talvez, estivessem só com preguiça, ou ainda, quem sabe, só me testando.

Se são assim, tão importantes, devo ter em algum lugar dentro de mim, lembranças que me restabeleçam a visão dela... e junto virão: as energias, a força e... Pummm!

Ahram... As reencontre... sorrindo pra mim e de novo me restaurando TUDO q preciso para enfrentar o dia a dia...

Enfrentar?? Isso me lembra luta. isso mesmo!! LUTAR PELA VIDA!

Embora ache essas duas incompatíveis, paradoxais: Luta X Vida...

Lutar para viver...

Aos meus ouvidos, meu coração sonhador...

Luta denota morte...

Não são nas guerras que se enfrenta, que se luta??

Não seria mais coerente, Amar e Viver?

Vida e Amor...

Viver e Amar

Meus olhos estão molhados...

Vou abrir as janelas, quem sabe a luz do sol irradie também essa tal ESPERANÇA, e com ela; venha dançando, saltitante pulando de alegria a

VONTADE DE VIVER...

Mas, não depende exclusivamente de mim.

Tem os outros, e junto, suas expectativas, seguidas de frustrações, desamor, desalinho...


Levantei,

me debrucei na janela,

chorei...

Continuo procurando a razão, o motivo...

Vou limpar a casa.

É o que me resta...


__________________________________________________________
Vou postar no meu blog.

Faz um tempão que não o atualizo. Servirá ao menos para isso.

Fortaleza, 21 de junho de 2011.


TEXTO ADAPTADO PELO Escritor e Poeta: FULVIO RIBEIRO:


Acordei e ai ??


O sol me despertou nesta manhã linda,
Onde os pássaros e o vento suave, celebram a Esperança que me fugiu...
Foi-se abraçada com a alegria, disposição e a vontade de viver,
Olhei em mim, ao redor, procurei ao um motivo para me levantar, não achei...
Virei para o lado tentando agarrar o sono que me deixava, pensando encontrar nele aquela que de mim fugirá.

Mas não, ela se foi... Ela e suas companheiras...
Um velho espelho aos pés da cama mostrou-me um pouco de uma juventude linda, que atravessara meu corpo como um raio de alegria, deixando em meu rosto a beleza de dias felizes...
Quem sabe essa juventude bela, ainda que mais velha e triste, possa me fazer encontrar a Esperança que de mim fugiu.

Pensei eu tolamente, pois minha beleza triste, e minha juventude envelhecida, nada disseram sobre aquela que minha alma buscava...
Apelei para minhas lembranças, pois no passado foram amigas intimas.
Na verdade minhas lembranças já foram à própria esperança... Sim, um dia...
Minha lembrança que já foi ela, silenciou...
Mas preciso acha-la, preciso dela, para correr em direção há esse dia lindo, que sem ela é trevas.

Esperança que me faz salvar a vida que me mostra a morte, matando a morte que me leva a vida...
O que se faz nas guerras...??? Mata-se a esperança.!!!
Eu, só gostaria de viver... Amar...
Levantei, vou abrir a janela, quem sabe o sol que me acordou não traga ela de volta...
Como são belos os pássaros, as folhas dançam a musica do vento, o sol me sorri...
Em meio a essa beleza, a Esperança me da bom dia...
Cantarolando ela diz: - Não fugi, só não quis acordar você, acordei mais cedo e vim aqui fora, brincar de ciranda com a Alegria, Disposição e Vontade de viver...
Debruçada na janela, as lagrimas debruçam em minhas pálpebras, vou arrumar minha casa...

Original: Adna Oliveira
Adaptado por: Fulvio Ribeiro

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

I BELIEVE I CAN FLY - LETRA E TRADUÇÃO

Minha inspiração

I Believe I Can Fly

I used to think that I could not go on
And life was nothing but an awful song
But now I know the meaning of true love
I'm leaning on the everlasting arms

If I can see it, then I can do it
If I just believe it, there's nothing to it

I believe I can fly
I believe I can touch the sky
I think about it every night and day
Spread my wings and fly away
I believe I can soar
I see me running through that open door
I believe I can fly
I believe I can fly
I believe I can fly

See I was on the verge of breaking down
Sometimes silence can seem so loud
There are miracles in life I must achieve
But first I know it starts inside of me, oh

If I can see it, then I can be it
If I just believe it, there's nothing to it

I believe I can fly
I believe I can touch the sky
I think about it every night and day
Spread my wings and fly away
I believe I can soar
I see me running through that open door
I believe I can fly
I believe I can fly
I believe I can fly

Hey, 'cos I believe in you, oh

If I can see it, then I can do it
If I just believe it, there's nothing to it

I believe I can fly
I believe I can touch the sky
I think about it every night and day
Spread my wings and fly away
I believe I can soar
I see me running through that open door
I believe I can fly
I believe I can fly
I believe I can fly

Hey, if I just spread my wings
I can fly
I can fly
I can fly, hey
If I just spread my wings
I can fly
Fly-eye-eye

-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-


http://www.avonvoices.com/watch/NDE3MTc1MTY1OTM4OEFkbmFPbGl2

Eu Acredito Que Posso Voar

Eu costumava pensar que eu não pudesse prosseguir.
E a vida não era nada, além de uma temível canção
Mas agora sei o significado do verdadeiro amor,
Eu estou usando todas as minhas últimas armas

Se eu posso ver isto, então posso fazer isso,
E se eu só acreditar, nada poderá me impedir.

Eu acredito que posso voar
Eu acredito que eu posso tocar o céu
Penso nisto todos os dias e noites
Esticar minhas asas e voar ...
Eu acredito que eu posso elevar-me
Eu me vejo correndo, atravessando uma porta aberta
Eu acredito que posso voar!
Eu acredito que posso voar!
Eu acredito que posso voar!

Eu vejo que estive no limite da auto destruição.
Às vezes o silêncio pode parecer muito barulhento.
Há milagres da vida que eu tenho que alcançar,
Mas eu sei que primeiro, tem que começar dentro de mim.

Se eu posso ver isto, então posso ser isso,
E se eu só acreditar, nada poderá me impedir.

Eu acredito que posso voar
Eu acredito que eu posso tocar o céu
Penso nisto todos os dias e noites
Esticar minhas asas e voar ...
Eu acredito que eu posso elevar-me
Eu me vejo correndo, atravessando uma porta aberta
Eu acredito que posso voar!
Eu acredito que posso voar!
Eu acredito que posso voar!

Ei, porque eu acredito em você,oh

Se eu posso ver isto, então posso fazer isso,
E se eu só acreditar, nada poderá me impedir.

Eu acredito que posso voar
Eu acredito que eu posso tocar o céu
Penso nisto todos os dias e noites
Esticar minhas asas e voar ...
Eu acredito que eu posso elevar-me
Eu me vejo correndo, atravessando uma porta aberta
Eu acredito que posso voar!
Eu acredito que posso voar!
Eu acredito que posso voar!

Ei, se eu apenas esticar minhas asas
Eu posso voar
Eu posso voar
Eu posso voar, ei
Se eu apenas esticar minhas asas
Eu posso voar
Voar-ar-ar

domingo, 13 de fevereiro de 2011

CONCURSO P/ CANTORAS - AVONVOICES


http://www.avonvoices.com/watch/NDE3MTc1MTY1OTM4OEFkbmFPbGl2





Preciso do seu voto para passar para a próxima etapa no Rio de Janeiro...

Bjs a Todos e obrigada!